Posts com a Tag ‘doenças por fungos’

Doenças infecciosas

Doenças infecciosas

Temos visto que o estado de doente é caracterizado por febre gastrintestinal. Esta febre altera a Saúde e mata porque desnutre e intoxica as suas vitimas.
Com efeito, a febre do aparelho digestivo transforma em putrefacçâo o conteúdo intestinal, alterando também as funções de nutrição e eliminação dos pulmões e da pele.

Compartilhe no:
  • Orkut

Doencas

Doencas

Toda a doença é acompanhada de febre, e febre gastrintestinal constitui a natureza íntima de todo o processo mórbido.

Compartilhe no:
  • Orkut

Tipos de doenças

Tipos de doenças

Febre externa, erupções, diarréias, dores, supurações, etc, em si não actividades prejudiciais, senão manifestações defensivas do organismo que revelam a existência de matérias mortas, de substâncias estranhas ao corpo  as quais é preciso destruir e eliminar para libertar este da sua perigosa presencia.

Compartilhe no:
  • Orkut

Doenças infecciosas

Doenças infecciosas

Só se cura a doença aguda, porque somente ela revela defesas naturais quadas e capazes de libertar o organismo da impurificação que altera o seu normal funcionamento.

Compartilhe no:
  • Orkut

Alimentos

alimentos

Alimento natural é o que oferece a Natureza em cada lugar e na sua é Ele convém à nossa estrutura orgânica e necessidades fisiológicas, podendo cor no estado em que a Natureza o oferece.
O alimento natural apetece e é susceptível de ser comido tal qual o o: a Natureza, sem o cozer, assar ou submeter a preparação prévia, tal como s com as frutas e sementes de árvores.
O saber escolher os alimentos é indispensável para manter a Saúde, j; o alimento digerido forma o sangue e este será da mesma qualidade daquele
Duma boa nutrição depende a Saúde; e esta só pode existir introduzin nosso organismo os produtos destinados pela Natureza à nossa manutenção.
A ordem natural estabelece que o reino mineral sustenta o vegetal e este  mal, donde resulta que, ingerir substâncias minerais, como são quase todos produtos farmacêuticos, é introduzir no organismo matérias estranhas que não pode assimilar, ou seja incorporar nos seus tecidos vivos, e que necessita e sar para se libertar desses venenos.
O animal em liberdade, com o auxílio do seu instinto busca o alimente lhe convém, mas o homem, degenerado o seu instinto, crê poder comer qui lhe apraz, sem mais limite que o de seus recursos ou de seu capricho.
Como se verá mais adiante, na infracção deste preceito da Lei Natural a causa principal dos males e enfermidades do ser humano.
Um célebre biologista disse: «Com os seus dentes o homem cava a sua pria sepultura».

Compartilhe no:
  • Orkut