Posts com a Tag ‘Doenças’

Tipos de doenças

Tipos de doenças

Os olhos do indivíduo reflectem o estado interior do seu corpo. Como si mais adiante, a íris duma pessoa é um maravilhoso espelho onde se reflecte constituição orgânica, o estado de pureza do sangue e as anomalias orgânica congestão e anemia dos órgãos e tecidos do seu corpo.

Compartilhe no:
  • Orkut

Doencas

Doencas

Como veremos mais adiante, não existem doenças de natureza diferente  si, porque todo o processo mórbido, qualquer que seja o seu nome ou manif estação, supõe transtornos variáveis da nutrição em geral e da digestão em particular por febre gastrintestinal.

Compartilhe no:
  • Orkut

Doencas

Doencas

Toda a doença é acompanhada de febre, e febre gastrintestinal constitui a natureza íntima de todo o processo mórbido.

Compartilhe no:
  • Orkut

Doencas

Doencas

Uma pessoa que carece de sintomas agudos pode ser mais doente do que outra com aparência doentia. Isto explica-se porque, enquanto a primeira tem embotada a sua sensibilidade pela intoxicação crônica, a última é sensível porque possui defesas orgânicas activas e enérgicas.

Compartilhe no:
  • Orkut

Doencas

Doencas

No doente crônico o organismo convive com o seu desarranjo funcional que carece de energia vital suficiente para operar uma crise curativa, isto é, um cesso agudo de purificação. Os males crônicos predominam na velhice e nos víduos debilitados por desnutrição e intoxicação ou tratamento medicamentoso.

Compartilhe no:
  • Orkut

Prevenção doenças

prevencao doencas

O nosso organismo é análogo a um motor de combustão interna. O que o nosso corpo, o motor de um automóvel está de Saúde quando funciona e doente, quando funciona mal.
Para que este motor funcione normalmente é preciso que tenha  gasolina e óleos adequados. Além disso, precisa de limpeza geral eliminação dos resíduos, se for possível com fuga livre. Por fim, é indispensável a refrigeração adequada para evitar o reaquecimento e dilatação que produziria a sua destruição.

Compartilhe no:
  • Orkut

Doenças por virus

doencas-por-virus

Pelos pulmões e pela pele introduzimos no nosso corpo as substâncias gias do ambiente que nos rodeia, ou, luz, sol, magnetismo, electricidade e de toda a ordem. Pelo aparelho digestivo incorporamos os elementos directamente pelas frutas e vegetais que comemos e, indirectamente, pelos  animais. Por estes mesmos órgãos de nutrição e pelos rins, efectua-se a eliminacao dos resíduos da actividade orgânica.

Compartilhe no:
  • Orkut

Doencas

doencas2

É, pois, a vida antinatural a origem de todos os males que o homem sofre na sua Saúde e é causa também das doenças que afectam os animais domésticos que vivem presos.
O conceito de doença que atribui a sua causa à infecçào microbiana, pretende íazei desaparecer os males humanos mediante procedimentos estranhos ao doente, como medicamentos, cirurgia, vacinas e injecções. Pelo contrário, o nosso conceito, que em todo o processo mórbido descobre uma alteração funcional do organismo doente por mau regime de vida, procura no regime higiênico do indivíduo o remédio para os seus males, qualquer que seja o nome da sua doença.

Compartilhe no:
  • Orkut

Doenças bacterias

doencas-bacterias

As doenças, pois, não vêm de fora como as supostas infecções, mas originam-se no interior do nosso corpo por alteração digestiva.
A doença, ou seja a falta de Saúde, é a sanção imposta pela Natureza à transgressão das suas leis que regem a vida. Mediante a dor vemo-nos obrigados a mudar de rumo. Ela também representa uma crise, reacção defensiva do organismo, que procura expulsar as impurezas que o prejudicam e que sempre se adquirem por nutrição antinatural.
Atribuir a doença, ou seja falta de Saúde, à infecçào microbiana, é dar àquela uma origem análoga ao acidente, o que contradiz a razão e também a nossa própria observação e experiência. Como veremos mais adiante, os micróbios são agentes de vida e não de morte.

Compartilhe no:
  • Orkut

Doença e Acidente

doenca-e-acidente

Acidente e doença têm um efeito comum: ambos os estados se caracterizan por alteração maior ou menor do funcionamento do organismo afectado.
Mas se a doença e o acidente têm efeitos análogos, a sua origem é difere: pois o acidente é devido a uma causa externa, estranha ao indivíduo, como golpe, enquanto que a doença obedece a uma causa íntima, própria do indivíduo que a sofre, como uma indigestão produzida por alimentação inadequada excessiva.

Compartilhe no:
  • Orkut