Posts com a Tag ‘doença’

Doencas

doencas2

É, pois, a vida antinatural a origem de todos os males que o homem sofre na sua Saúde e é causa também das doenças que afectam os animais domésticos que vivem presos.
O conceito de doença que atribui a sua causa à infecçào microbiana, pretende íazei desaparecer os males humanos mediante procedimentos estranhos ao doente, como medicamentos, cirurgia, vacinas e injecções. Pelo contrário, o nosso conceito, que em todo o processo mórbido descobre uma alteração funcional do organismo doente por mau regime de vida, procura no regime higiênico do indivíduo o remédio para os seus males, qualquer que seja o nome da sua doença.

Compartilhe no:
  • Orkut

Doença e Acidente

doenca-e-acidente

Acidente e doença têm um efeito comum: ambos os estados se caracterizan por alteração maior ou menor do funcionamento do organismo afectado.
Mas se a doença e o acidente têm efeitos análogos, a sua origem é difere: pois o acidente é devido a uma causa externa, estranha ao indivíduo, como golpe, enquanto que a doença obedece a uma causa íntima, própria do indivíduo que a sofre, como uma indigestão produzida por alimentação inadequada excessiva.

Compartilhe no:
  • Orkut

Doenças

doencas

Como o dicionário define, Saúde é o estado de normalidade funcional nosso organismo. Ela constitui fenômeno positivo e de natureza única.
Doença é manifestação de desarranjo funcional do corpo, ou seja, altera da Saúde, fenômeno negativo, também de natureza única. Daqui se conclui não há doenças, mas sim doentes e tão-pouco há doença local, senão como efeto de desarranjo geral.
A diversidade de sintomas ou manifestações do doente é determinada pela herança, idade, sexo, ocupação, hábitos, clima, etc.

Compartilhe no:
  • Orkut

Doenças eruptivas

doencas-eruptivas

As doenças eruptivas como o sarampo, varíola, escarlatina, etc, têm por fim purificar o organismo, antes doente crônico. Na mesma medida que se elimina o mal pela pele, se descarrega o organismo de matérias mórbidas. Pelo contrário, quando se abafam as erupções da superfície do corpo, as matérias mórbidas procuram uma saída pelas mucosas, produzindo gravíssimas inflamações e congestões nos tecidos pulmonares, brónquics, renais e dos sistemas circulatório e nervoso.
Isto explica que as afecções agudas sem febre externa sejam mais graves e de difícil cura.
Nos doentes crônicos, extremamente debilitados, cuja vitalidade está consumida pela intoxicação e pelo esforço defensivo da Natureza, mal interpretado e abafado com medicamentos, é comum registar que o termômetro, na axila, acuse 39 graus centígrados, enquanto a febre interna, cerca de 40 graus ou mais, se manifesta por uma exagerada actividade do coração, com 120 e até mais pulsações por minuto.

Compartilhe no:
  • Orkut

Investigação da doença

19DR03

Enquanto a Medicina escolástica, à margem do doente e através dos aparelhos que carecem de critério, procura descobrir o bacilo culpável do mal, a Doutrina Térmica ensina a observar o próprio corpo do doente pela expressão do seu rosto, das suas linhas anatômicas, da sua írir, do estado da sua língua, do aspecto da sua garganta, da actividade do pulso e dos caracteres físicos das suas evacuações, para estabelecer o estado funcional do organismo que é o que se deve normalizar em todos os casos para estabelecer e conservar a Saúde.

Compartilhe no:
  • Orkut

Origem das Doenças

doencas1

Origem das doenças:

A Medicina medicamentosa atribui as doenças humanas à acção do micróbio, conhecido ou desconhecido. Segundo a minha Doutrina Térmica essas doenças só constituem manifestações diversas do desarranjo funcional do organismo em grau variável, originado e mantido por desequilíbrio térmico do corpo. Assim, a doença, sem distinção de sintomas, é de natureza funcional e não microbiana.

Compartilhe no:
  • Orkut

O que são Doenças

doencas

«Ignorância da Saúde» é a única e verdadeira causa de todas as doenças que o homem sofre no decurso da sua existência.
Compreende-se então a importância capital que há em instruir a criança, o homem e a família em tão importante matéria, fim que se propõe realizar o presente livro.
Em poucos anos o público esgotou doze edições desta obra, hoje conhecida em numerosos lares do Chile, desde Arica à Antártida, assim como no estrangeiro. No México, em Espanha, Portugal e Argentina também foi editada.
O êxito surpreendente que este acontecimento significa, tem a sua explicação na ânsia de Vida e Saúde que o indivíduo sente, tiranizado cada dia pelas doenças crônicas e pelos erros da medicina medicamentosa e cirúrgica.
O homem, ao suportar os sofrimentos de toda a espécie com que a falta de Saúde o espreita a cada passo na sua vida, encontra-se com uma bagagem de conhecimentos trabalhosamente adquiridos na escola, na oficina e na prática, que nada lhe servem ante o inimigo que, lenta e seguramente, abala a sua Saúde, deixando todos os dias exposto à ruína todo o edifício do seu bem-estar.
A escola ensina à criança e ao jovem variados conhecimentos que se consideram indispensáveis para assegurar o êxito da vida; no entanto, esse jovem e essa criança empreendem a jornada sem conhecer os meios de guiar e cuidar a delicadíssima máquina que o Criador pôs à disposição de cada indivíduo para cumprir o seu destino moral e físico.

Compartilhe no:
  • Orkut