Arquivo da Categoria ‘Má alimentação doenças’

Alimentação: o que liga mal

O que liga mal:
Ovos, leite ou queijo, ——————————-com mel, frutas frescas ou secas.
Cereais e legumes, ——————————————–»   castanhas ou bananas.
Cereais, trigo, milho, arroz, aveia, etc.———– »   batatas e feculentos em geral.
Cereais e feculentos, ——————————————————»   frutas ácidas.
Frutas oleaginosas, azeite e óleos, ——————–»   frutas doces, mel e açúcares.
Crustáceos, carnes, peixes e aves, —————————-»   frutas frescas c doces.
Vinhos e sal, ————————————————————-»   melancia ou leite.
Limão c outras frutas ácidas e vinagre, —»   tomates, leite, castanhas, bananas, cereais, feculentos e legumes secos.
Leite, ———————-»   saladas cruas, hortaliças, tomates ou frutas sumarentas.
Ovos, ————————————————————————»   queijo ou leite.
Frutas, —————————————————————————-»   hortaliças.
Mel ou açúcar, ——————————————————————-»   hortaliças.
Azeitonas ou oleaginosas, ———————————»   mel ou açúcar ou frutas doces.

Compartilhe no:
  • Orkut

Tudo sobre os alimentos

O sumo de limão possui, além das suas vitaminas, a propriedade de purificar o intestino, sendo muito proveitoso tomá-lo em jejum, principalmente quando se sofre de artritismo.
Como já se disse, o sangue deve ser alcalino e esta composição é favorecida pelo uso das frutas cruas, sejam doces ou ácidas, e por oleaginosas e saladas. Pelo contrário, o sangue ácido, característico do estado de acidose, comum a todo o doente, é produzido por alimentos na base de carnes e seus caldos, pois os despejos cadavéricos possuem venenos ácidos como a creatina, cadaverina e creatinina que se incorporam no sangue, dando-lhe reacção ácida, causa de irritações, inflamações e congestões, características de todo o processo mórbido localizado.
O sal é irritante e o corpo deve expulsá-lo para ver-se livre da sua prejudicial presença. Daí, a urina, o suor, as lágrimas e todas as nossas secreções serem salgadas..
Os alimentos devem ser comidos à temperatura normal do nosso corpo. Tanto o frio como o quente produz congestão da mucosa estomacal, que reage com as temperaturas anormais. Gelados e comidas quentes predispõem à úlcera do estômago.
Os gelados são altamente nocivos porque tornam febril o aparelho digestivo devido à reacção de calor que despertam na mucosa estomacal.
As energias acumuladas nos alimentos crus absorvem-se principalmente na boca. Féculas e amidos devem transformar-se em glicose mediante a ensalivação demorada, pois de outro modo produzem-se fermentações ácidas no estômago. Daqui, a necessidade de mastigar com calma e cuidadosamente, sem os alimentos chegarem ao estômago com demasiada freqüência. Mesmo a água e os líquidos devem ser bebidos em pequenos golos. Si voce desea ver informacao sobre limão visite plantas medicinais.

Compartilhe no:
  • Orkut

Má alimentação e suas consequencias

As gorduras devem banir-se da nossa alimentação, pois não necessitamos extraí-las dos cadáveres, já que as oleaginosas e as azeitonas nos oferecem essas substâncias puras e vivas.
O azeite de oliveira deve comer-se cru, temperando com ele, na mesa, as saladas ou os vegetais cozidos a vapor, pois, tanto a gordura como o azeite cozido e, pior, se são queimados, decompôem-se, produzindo o venenoso ácido butírico. Por isso, os fritos são sempre indigestos.
Os ácidos como o vinagre e produtos de escabeche, são prejudiciais, pois aci-dificam o sangue, que deve ser alcalino, favorecendo a acidose. Em seu lugar e preferível o sumo de limão, mas este é incompatível com as féculas do pão e o amido das papas, razão que deve levar-nos a ser parcimoniosos no seu uso na alimentação diária.

Compartilhe no:
  • Orkut

Problemas causados pela má alimentação

Aproveitamos a ocasião para fazer notar o inconveniente e prejudicial costume já consagrado de aguardar o parto das mães com algumas galinhas destinadas a preparar caldos substanciais para alimentar a parturiente nos primeiros dias da sua crise. Estes caldos não têm as propriedades alimentícias que o público lhes atribui, pois as carnes não dissolvem na água a albumina que contêm, mas sim os humores e produtos do desgaste orgânico do animal e suas matérias estranhas ao corpo vivo, acumuladas por alimentação antinatural.
Com a alimentação tóxica na base de caldo de galinha, a mãe elabora um leite anormal e laborioso, que prepara as primeiras crises da infância e origina o estado de irritação e inflamação crônica do tubo digestivo, causa comum de toda a doença.
A dieta das mães parturientes deve ser unicamente de fruta crua da estação ou, pelo menos, saladas com oleaginosas ou ovo cozido e picado. Com este alimento vivo e puro formar-se-á leite são, nutritivo e purificador que permitirá à mãe desempenhar com êxito a sua missão.

Compartilhe no:
  • Orkut

Doenças da má alimentação

O abuso do vinho produz irritação nas paredes do estômago e intestinos, o que conduz à degeneração destes órgãos.
Queijo seco é indigesto e favorece o artritismo, produzindo ácido úrico e acidose do sangue. O queijo fresco não tem os mesmos inconvenientes, mas deve ser comido com moderação pelos sãos e nunca pelos doentes e menos ainda os presos de ventre.
O peixe é de fácil putrefacção; em estado fresco é preferível à carne vermelha.
A carne de aves em geral é também menos prejudicial do que a de boi, vaca ou carneiro, mas sempre nociva às pessoas doentes.
Mais prejudicial do que todas as carnes é o caldo de carne ou de ave, pois constitui um produto excrementício análogo à urina; a urina é a lavagem da carne viva do corpo e o caldo é a lavagem dos despojos cadavéricos de um animal cujo corpo começa a decompor-se.

Compartilhe no:
  • Orkut