Arquivo da Categoria ‘febre interna’

Limpeza do sangue

LAVAGEM DO SANGUE.
Com esta denominação designo a prática mais adequada para conseguir a purificação do fluido vital, sempre mais ou menos alterado em todo o doente crônico.
A própria experiência diária praticada durante mais de vinte e cinco anos e os resultados obtidos em milhares de doentes incuráveis, autorizam-me a denominar esta aplicação «Lavagem do Sangue Sistema Lezaeta».
Definamos: A minha Lavagem do Sangue consiste numa série de reacções nervosas e circulatórias provocadas por freqüentes abluções de água fria sobre a pele aquecida pelo vapor, pelo sol ou por prévia flagelação com urtigas.
É esta a aplicação fundamental do meu sistema de Saúde e a sua prática quotidiana nos adultos constitui um seguro bem-estar e longa vida. A sua acção no organismo satisfaz a necessidade de purificar e normalizar a circulação do sangue, em grau variável alterado em todo o doente crônico, como é revelado sempre pelo exame da íris.
A minha Lavagem do Sangue pouco tem de comum com os conhecidos banhos de vapor de Kneipp ou Kuhne e, menos ainda, com os banhos de transpiração, sistema russo ou turco. Na aplicação que recomendo é a água fria que actua e não o calor. Este só serve para favorecer a rápida reacção, a qual pode obter-se com vapor, com sol ou com fustigações de urtigas na pele.
Todo o banho quente, seja de água ou de vapor, é debilitante e bastante prejudicial, porque, como sabemos, tem reacção fria na pele, portanto, favorece a febre interna do ventre. Pelo contrário, na minha Lavagem do Sangue as freqüentes abluções de água fria despertam actividade nervosa que acelera as trocas orgânicas, caminho de regeneração integral do corpo. Daqui resulta que esta aplicação é forti-ficante e tônica e nunca debilita.
Sabemos que o sistema nervoso é o motor que põe e mantém em acção as funções de nutrição e eliminação onde se apoia todo o processo vital. A energia nervosa depende da qualidade do sangue. O sangue puro mantém nervos sãos e vigorosos, ou seja actividade funcional do corpo, que é saúde integral. O sangue impuro debilita a vitalidade nervosa e, portanto, deprime a actividade do organismo, originando o estado de doente. Finalmente, o sangue intoxicado paralisa a acção do sistema nervoso, ou seja as defesas orgânicas, conduzindo à morte.

Compartilhe no:
  • Orkut

Banho genital

Banho genital:
Este simples e eficacíssimo banho, ideado por Kuhne, é uma das aplicações de efeitos mais energéticos e seguros em todo o doente, e com ele se estimula especialmente a função digestiva, a qual, regularizando-se, assegura toda a cura.
Para este banho emprega-se a mesma banheira do banho de assento, com 30 ou 40 litros de água fria, a fim de a manter fresca durante todo o tempo que dure a aplicação, condição da sua eficácia. Dentro da água, submerge-se um ban-quinho, cujo assento fique quase ao nível da água, sentando-se o doente em seco e com as pernas fora do depósito. O homem, que não necessita de despir-se, introduzirá dentro de água o membro viril, tendo o cuidado de que o prepúcio cubra a glande e, conservando-o assim com os dedos da mão esquerda, friccionará suavemente com um pano na outra mão, debaixo da água, o bordo extremo do prepúcio, durante todo o tempo que dure o banho, que será de 15 a 60 minutos nos adultos e de 5 a 10 nas crianças.
A fricção faz-se na extremidade do prepúcio e nunca na glande ou cabeça do pénis.
Os homens circuncisados, não podendo actuar sobre o prepúcio de que carecem, aplicarão a fricção do baixo-ventre, do umbigo para baixo, durante 10 minutos, mais ou menos.
As mulheres prepararão o banho nas mesmas condições e duração. Empregando um pano de linho ou algodão de tamanho regular, que manterão com a mão dentro da água, aplicarão esta sob a forma de ablução sobre os órgãos geni-tais externos, fazendo suave fricção sobre os grandes lábios em cada passagem.
O bidê do toucador é mais apropriado para se aplicar este banho, tanto masculino como feminino, sempre que se mantenha despejada e corrente a água, para evitar que aqueça, o que faria perder o valor estimulante da aplicação.
O banho genital combate a febre interna. Além dos efeitos estimulantes da actividade vital e, especialmente, das funções digestiva e renal, tem grande poder eliminador, atraindo aos orifícios naturais de eliminação do baixo-ventre, matérias estranhas acumuladas na cabeça, pescoço, pulmões e, em geral, de todo o corpo. É o melhor recurso contra a prisão de ventre e agente salvador nas afecções génito-urinárias. Não há dor de cabeça que resista a este banho de meia hora de duração, o qual se pode repetir tantas vezes quanto seja necessário. Os rins descongestionam–se com a sua acção, favorecendo assim o seu trabalho salvador nas intoxicações.
Para que se realizem os seus bons efeitos, é necessário tomar este banho com o estômago vazio e não voltar a enchê-lo senão depois de passados uns 20 minutos. Também pode ser aplicado duas horas depois das principais refeições.
O banho de assento e, melhor, o de Just, é mais apropriado do que o genital no tratamento das pessoas jovens.

Compartilhe no:
  • Orkut

A nutrição intestinal depende da temperatura do aparelho digestivo

nutrição intestinal

A nutrição intestinal depende da temperatura do aparelho digestivo.
O estômago e a oficina onde se constrói a Saúde e a Vida.
Antes de mais, devemos sempre ter presente que não é o que se come que alimenta mas sim o que se digere.
Podem ingerir-se bons e abundantes alimentos, mas se se corrompem por fermentação doentia, em lugar de nutrirem, envenenam.
A nutrição intestinal efectua-se pela transformação dos alimentos no aparelho digestivo, mediante um processo fermentício que se conhece com o nome de digestão.

Compartilhe no:
  • Orkut

Banho de ar frio

Banho de ar frio

Ao contrário do que sucede com as enganosas reacções produzidas pelos venenos das drogas, vacinas, soros, injecções, antibióticos e tóxicos farmacêuticos, que, longe de levarem energias ao organismo, só consomem as suas reservas de força vital, o banho de ar frio acumula no corpo novos elementos de Vida que, extraídos da atmosfera, são absorvidos pelos poros da pele.
As reacções nervosa e circulatória que o conflito com o frio do ar ou da água desperta na pele obrigam o organismo a acelerar as suas funções, incorporando avidamente pelos poros e pelos pulmões energias atmosféricas e também o oxigênio destinado a aumentar a combustão interna de matérias estranhas. Além disso, a maior actividade circulatória do sangue leva aos pulmões, pele, rins, e intestinos os produtos mórbidos para a sua eliminação do corpo. Por fim, a reacção de calor produzida na pele pelo conflito com o frio, atrai à superfície do corpo o calor doentio do seu interior, descongestionando as vísceras. Descongestionando assim o aparelho digestivo, restabeleceremos a temperatura normal, que é condição de boa digestão, desaparecendo a febre interna que produz putrefacções intestinais, origem comum de toda a doença.

Compartilhe no:
  • Orkut

Má nutrição

Má nutrição

Pelo contrário, o banho de ar frio, produzindo conflito Térmico, em que a pele é assaltada pelo frio do ambiente, obriga o organismo a entrar numa reacção geral, opondo calor ao frio. Análogo efeito produz a água fria devidamente aplicada.
Ajudada com movimentos ou exercícios ginásticos, esta reacção térmica do corpo activar-se-á e prolongará a produção de calor animal, o que eqüivale a fortificar a energia vital e favorecer a combustão das impurezas acumuladas no organismo por má nutrição e deficientes eliminações.

Compartilhe no:
  • Orkut

Febris

Febris

A vida civilizada desequilibra diariamente as temperaturas do corpo humano, debilitando o calor natural da sua pele c tornando febris as suas entranhas, como já se viu. Daqui, o desarranjo funcional, que só é possível normalizar produzindo febre curativa da pele e refrescando as vísceras do paciente. Assim, pois, em todo o doente, o meu sistema dirige-se ao mesmo tempo a aumentar o calor da sua pele e combater a febre das suas vísceras.
Ninguém cura alguma pessoa, nem existe remédio com virtude curativa, porque Saúde e doença são resultados dos nossos próprios actos de todos os dias, submetidos ou não à Lei Natural. A doença que se gerou com regime anormal de vida, só pode desaparecer mediante regime de vida sã, que mantenha Equilíbrio Térmico do corpo.

Compartilhe no:
  • Orkut

Temperaturas interna

Temperaturas interna

Priessnitz, com as suas abluções e compressas húmidas; Kneipp, Lust e Padre Tadeo, com os seus jorros dc água fria e enfaixamentos húmidos; Kuhne, com os seus banhos frios ao baixo-ventre e seus vapores; Rikli, com os seus banhos de ar frio e de sol; e Just, com os seus enfaixamentos e cataplasmas de barro sobre o ventre, imortalizaram os seus nomes, realizando milagrosas curas mediante simples aplicações destinadas a equilibrar as temperaturas interna c externa do corpo doente, para assim normalizar as suas funções de nutrição e eliminação.

Compartilhe no:
  • Orkut

Saude familiar

Saude familiar

Pelo exposto fica definido o critério que nos guia na cura de todo o doente. Qualquer que seja o nome com que se classifique a sua doença, o tratamento salvador deve dirigir-se sempre a procurar normalizar a digestão do paciente e activar a sua eliminação cutânea. Tudo isto se obterá equilibrando o calor interno e externo do seu corpo e também com dieta crua de frutas ou saladas.

Compartilhe no:
  • Orkut

O que causa febre

O que causa febre

Por último, vemos que o meu Regime de Saúde para adultos se baseia em três aplicações: Lavagem do Sangue, compressas de barro sobre o ventre e alimentação crua de frutas ou saladas da época. Naturalmente que o êxito depende da constância com que se actue.
Restabelecendo a normalidade digestiva do doente, este elaborará sangue puro e, activando a sua eliminação cutânea, expulsará do seu organismo o inútil e prejudicial à sua economia.

Compartilhe no:
  • Orkut

Doença febre

Doença febre

Insistindo, devemos, ao mesmo tempo que combater a febre interna, produzir sobre a pele febre artificial. Para conseguir estes objectivos temos que seguir dois caminhos: refrescar o interior do ventre, actuando directamente sobre ele e, além disso, activar a circulação sangüínea na superfície do corpo mediante as reacções de calor que se produzem por conflito da pele com o frio do ar, da água ou combinando o frio desta com o calor do sol ou do vapor, como se explica na minha Lavagem do Sangue.
Quando a pele do doente está fria e inactiva, dificilmente se conseguirá fazê-la reagir por meio do frio. O calor sobre ela também pode ser perigoso se o pulso estiver agitado. Então temos na irritação que produzem as picaduras de urtigas frescas o recurso salvador para produzir febre curativa.

Compartilhe no:
  • Orkut