Arquivo da Categoria ‘Doenças em crianças’

¿Existe mesmo dor de crescimento?

¿Existe mesmo dor de crescimento?

Existe dor, sim, mas os médicos não sabem se tem a ver com o crescimento. “A origem é desconhecida”, conta Henrique Sodré Filho, chefe do Departamento de Ortopedia Pediátrica da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Não é toda criança que sente. E, quando sente, em um ano, no máximo, ela some. Até lá a garotada reclama de puxões intensos nas pernas, abaixo dos joelhos. “Massagens e alongamentos melhoram o desconforto”, sugere Amâncio Ramalho Júnior, orto-pedista do Hospital Albert Eins-tein, em São Paulo.

Compartilhe no:
  • Orkut

¿Como é o tratamento de crianças com pé chato?

¿Como é o tratamento de crianças com pé chato?
“Utiliza-se uma palmilha almofadada para estimular a musculatura da região a se contrair e, assim, formar o arco plantar”, responde Nelson Astur. As mães percebem que a criança tem os pés planos lá pelos 2 anos de idade, quando o pequeno já é capaz de caminhar pra cima e pra baixo. Mas nessa fase ainda não se costuma apelar para calçados ortopédicos. O médico espera um ano, observando as mudanças no pé, para decidir se o acessório será mesmo necessário.

Compartilhe no:
  • Orkut

Mochila pesada

Mochila pesada?
Algumas crianças chegam a suportar 40% de seu peso nas costas, quando, na verdade, deveriam carregar no máximo 15% dele.
Portanto, ajude seu filho a organizar a mochila, eliminando materiais desnecessários e distribuindo bem o peso para não prejudicar a coluna dele.
0 que levar em conta.
Escolha mochilas com alças para os dois ombros, largas e acolchoadas, que se adequam melhor ao corpo;
As opções de bolsas com divisórias permitem organizar e distribuir os materiais, sendo que os livros e cadernos devem ser colocados na parte de trás, rente às costas;
A lancheira deve ser levada à parte e carregada nas mãos e não dentro da mochila;
Se optar por mochilas com rodinhas, verifique se está adequada à altura da criança, para que não sobrecarregue o quadril e os joelhos;
Peça para a direção da escola que as crianças possam deixar os materiais mais pesados no próprio colégio;
Observe, por fim, se seu filho está ereto com a mochila nas costas.

Compartilhe no:
  • Orkut

Poder da terra

O poder purificador da terra fá-la um substituto vantajoso do sabão, dissolvendo toda a espécie de substâncias gordurosas ou corantes das mãos.
Andar de pés descalços sobre a terra, principalmente quando está húmida e revolvida, é prática fortificante para o sistema nervoso e purifica expulsando pelos pés matérias mórbidas, ao mesmo tempo que se facilitam correntes magnéticas e eléc-tricas da atmosfera e da terra através do nosso corpo. Aconselha-se a sãos e doentes o passear descalço pela erva orvalhada, ao nascer do sol, durante 5 ou 10 minutos por dia, procurando obter a reacção por meio da marcha.
No interior, a terra actua como agente purificador e, especialmente a argila, tomada sob a forma de pílulas com água, ao levantar e ao deitar.
Para terminar este assunto, diremos que a terra oferece-nos a melhor cama e dormindo cm contacto com ela recebemos durante o sono todos os benefícios que temos apontado, despertando com o corpo leve e bem disposto para o trabalho.
Voltaremos a falar sobre as propriedades do barro, elemento salutar por excelência.

Compartilhe no:
  • Orkut

Sintomas de doença

Sintomas de doença

Congestão das vísceras e deficiente circulação sangüínea da pele manifestam-se na íris de todo o doente em grau maior ou menor. Esta congestão febril é apresentada no tecido” da íris que rodeia a pupila de cada olho, por uma forma esponjosa. O deficiente calor da pele revela-se por descoloração da periferia do disco iridiano.

Compartilhe no:
  • Orkut

Doença infecciosa

Doença infecciosa

Sendo toda a doença manifestação de alteração da Saúde, o que interessa saber é a causa desta anormalidade para que, removendo esta, volte a aparecer aquela, que é normalidade funcional do organismo.
Temos visto que toda a doença é proveniente de febre gastrintestinal unida a deficiente calor da pele. Erro da medicina é procurar a febre nas axilas do doente, quando ela principia e se localiza no interior das suas vísceras.

Compartilhe no:
  • Orkut

Febre causas

febre causas

A febre que se manifesta na pele é curativa, porque purifica o sangre dos seus milhões de poros. A febre das vísceras é destrutiva porque altera i sição e circulação do sangue. Ela decompõe os alimentos, transforman venenos, e congestiona o sangue nas vísceras, fazendo deficiente a sua c na pele e extremidades do corpo. Assim se encurta a Vida e se lhe põe fim.

Compartilhe no:
  • Orkut

Sintomas da febre

Sintomas da febre

A febre externa caracteriza o doente vítima de crise aguda  a febi mantém o estado do doente crônico.
Só a febre externa favorece a cura porque, mediante o calor difun todo o corpo, activa os processos vitais e ajuda a purificação do sangue destruindo e expulsando matérias orgânicas mortas, acumuladas no c herança ou por nutrição inconveniente.

Compartilhe no:
  • Orkut

Febre externa

Febre externa

A febre externa revela actividade nas defesas do organismo e a intei incapacidade defensiva da Natureza. Por sua parte, a febre local, consti tação, inflamação e congestão por acidente ou por matérias mórbidas tumores, pancadas, etc), também é prejudicial, porque altera e dificultades circulação do sangue no órgão ou tecidos afectados.

Compartilhe no:
  • Orkut

Sintomas de febre

Sintomas de febre

Segundo a minha Doutrina Térmica existem três espécies de febre: que pode apreciar-se pelo termômetro aplicado debaixo do braço do interna que reside no interior do ventre e vai acompanhada da falta de mal na pele e extremidades, descobrindo-se pelo pulso e pela íris; por último local, que preferentemente afecta uma zona ou órgão determinado do p manifesta por latejo, pontadas, cansaço localizado ou ardores.

Compartilhe no:
  • Orkut