Arquivo da Categoria ‘diagnostico de doença’

¿Em qual idade já é possível diagnosticar desvios de coluna?

¿Em qual idade já é possível diagnosticar desvios de coluna?
Por volta dos 8 anos. “Pediatras e professores de educação física podem fazer o teste do minuto”, indica Nelson Astur Nele a criança fica em pé, de frente para o profissional, e, aos poucos, desce o tronco, tentando tocar o chão com as mãos. Assim percebe-se se a coluna está torta. “Detectado o desvio, ele deve ser corrigido logo para não se tomar permanente”, avisa.

Compartilhe no:
  • Orkut

Câncer de colo do útero

Câncer de colo do útero.
Conhecido como HPV, o vírus papiloma humano é um dos principais agentes no desenvolvimento do câncer no colo do útero. No entanto, se prevenido e tratado, não há riscos. Saiba o que fazer!
500 mil novos casos surgem todos os anos no mundo.
18.430 casos eram esperados em 2010 no Brasil, com risco de contaminação para   18  em cada 100 mil “mulheres.
230 mil mortes são registradas anualmente no mundo todo.
Prevenção:
0 tratamento e a prevenção são feitos através de exames periódicos como papanicolau, colposcopia e biópsia em mulheres entre 25 e 65 anos. Dessa forma, o número de óbitos causados pela doença pode diminuir em até 80%. 0 ginecologista Renato Reginaldo Frangini alerta que toda mulher deve realizar exame de papanicolau a partir do início da atividade sexual, pelo menos uma vez ao ano. A partir dos 65 anos, o exame preventivo pode ser realizado a cada dois ou três anos, a critério do ginecologista que faz o acompanhamento.
Sintomas:
Fique atenta para anormalidades, como sangramento vaginal fora do período menstrual, corrimento com manchas de sangue e sem prurido (coceira), dor pélvica, dificuldade para urinar, emagrecimento e anemia. Esses são os principais sinais e sintomas do câncer no colo do útero.

Compartilhe no:
  • Orkut

Febris

Febris

A vida civilizada desequilibra diariamente as temperaturas do corpo humano, debilitando o calor natural da sua pele c tornando febris as suas entranhas, como já se viu. Daqui, o desarranjo funcional, que só é possível normalizar produzindo febre curativa da pele e refrescando as vísceras do paciente. Assim, pois, em todo o doente, o meu sistema dirige-se ao mesmo tempo a aumentar o calor da sua pele e combater a febre das suas vísceras.
Ninguém cura alguma pessoa, nem existe remédio com virtude curativa, porque Saúde e doença são resultados dos nossos próprios actos de todos os dias, submetidos ou não à Lei Natural. A doença que se gerou com regime anormal de vida, só pode desaparecer mediante regime de vida sã, que mantenha Equilíbrio Térmico do corpo.

Compartilhe no:
  • Orkut

Conselho da saude

Conselho da saude

Curar sem prejudicar é o objectivo que se procura, normalizando funções orgânicas. Desintoxicar o doente em vez de impurificar o seu sangue com medicamentos, é o meio mais seguro de levantar a sua força vital, único agente curativo.
Iniciando-sc todo o processo mórbido por desarranjos digestivos, logicamente a volta à Saúde dc todo o doente deve começar por restabelecer a sua digestão, mediante o refrescamento do interior do seu ventre febril. Congestionando a sua pele inactiva favorecer-se-á a eliminação das impurezas pelos poros. Por fim, dieta vita-lizadora de frutas cruas e saladas, formará sangue puro, evitando putrefacções intestinais que desnutrem e intoxicam ao mesmo tempo todo o doente.

Compartilhe no:
  • Orkut

Diagnóstico de doença

Diagnóstico de doença

Assim, pois, o melhor «remédio» é boa digestão, porque com ela o indivíduo elabora sangue puro, elemento vital do corpo.
Repetindo, no meu sistema não existe «diagnóstico de doença», mas sim «investigação do estado de Saúde». Não se prescrevem «remédios» e tão-pouco se «cura». Normalizam-se funções de nutrição e eliminação, colocando o corpo em equilíbrio das suas temperaturas interna e externa. Em lugar de dar nomes aos sintomas de alteração da Saúde, estabeleço as causas da anormalidade funcional do organismo enfermo, a fim de satisfazer as suas necessidades para normalizar os seus processos de nutrição e eliminação, cuja normalidade constitui o estado de Saúde integral do corpo. Daqui se conclui que, em lugar de «remédios», prescrevo «regime de Vida Sã» na qual só deve intervir o próprio interessado.

Compartilhe no:
  • Orkut