Arquivo da Categoria ‘A pele’

Teste de beleza parte 2

Como você usa a maquiagem?
a. Uso maquiagem carregada diariamente e, às vezes, esqueço de retirá-la à noite.
b. Uso maquiagem sempre,mas tenho cuidado de retirá-la bem.
c. Evito usar maquiagem todos os dias e uso sempre demaquilante para limpar.
d. Uso pouca maquiagem,mesmo sendo adequada para a minha pele, e a retiro com produtos próprios.

Tem mulheres que não resistem a um bronzeado, e você?
a. Mantenho a minha cor em sessões de bronzeamento artificial.
b. Passo horas no sol para manter a minha cor.
c. Sou precavida e tomo sol só no início da manhã ou fim da tarde.
d. Sou branca assumida e raramente me bronzeio.

Qual a sua rotina de cuidados com a sua pele?
a. Lavo o rosto só com sabonete e mais nada.
b. As vezes lavo e hidrato a pele do rosto, às vezes só lavo, varia muito.
c. Comecei recentemente a lavar o rosto, tonificar, hidratar etc.
d. Há anos tenho uma rotina de lavar, tonificar, hidratar e nutrir a pele do rosto.

Como você costuma aplicar os cremes em seu rosto?
a. Não tem um padrão, passo e esfrego em todas as direçóes.
b. Depende se estou atrasada, massageio forte ou suavemente.
c. Tento seguir um padrão ao aplicar, de baixo para cima ou de cima para baixo.
d. Uso as quantidades indicadas pelo especialista e nos sentidos de dentro para fora, de baixo para cima.

Como anda a sua alimentação?
a. Cheia de lanches e guloseimas, bastante calórica.
b. Variada, porém, se estou ansiosa, como muita bobagem.
c. Procuro comer legumes, fibras e alimentos saudáveis.
d. Regrada, com alimentos ricos em vitaminas e minerais essenciais.

Compartilhe no:
  • Orkut

Teste de beleza

Como você compra produtos para a sua pele?
a. Procuro promoções em supermercados e lojas de cosméticos.
b. Compro produtos indicados pelas amigas.
c. Tento comprar por mim mesma cremes para o meu tipo de pele.
d. Consulto um especialista e compro os produtos que ele me indica.

Você usa protetor solar?
a. Não, pois deixa minha pele pegajosa.
b. Só uso quando tomo sol.
c. Passo de manhã, mas não reaplico durante o dia.
d. Uso todos os dias e costumo reaplicá-lo ao longo do dia.

Já realizou tratamentos para cuidar da sua pele?
a. Nunca fiz nenhum tratamento.
b. As vezes, faço uma limpeza de pele.
c. Já fiz alguns tratamentos, porém não dou continuidade.
d. Faço algum tratamento uma vez ao ano e uso cremes para o meu tipo de pele.

Você fuma ou já fumou?
a. Fumo há mais de 10 anos.
b. Fumo há pouco tempo ou já fumei.
c. Não fumo, mas sou fumante passivo.
d. Não fumo e não tenho contato diário com a fumaça.

Como é o seu histórico em relação ao sol?
a. Tomei muito sol sem proteção adequada.
b. Tomei sol, mas usava protetor solar.
c. Tomei sol por pouco tempo.
d. Tomei pouco sol e tentava fugir dele.

Compartilhe no:
  • Orkut

Energia curativa

Não é, pois, exagero dizer que a Saúde do homem está na actividade funcional da sua pele, podendo por este órgão, que está nas nossas próprias mãos, actuar no mais íntimo do corpo, sem necessidade de recorrer à cirurgia, radiologia, ou aos medicamentos. Com razão, pois, o sábio Priessnitz dizia: «As doenças curam-se melhor por fora do que por dentro do corpo». Também o êxito que imortalizou os nomes de Kneipp, Rikli, Just e Padre Tadeo, entre nós, deve-se aos seus sistemas destinados a activar o trabalho da pele, sempre debilitada em grau variável em todo o doente, como o revela a íris dos seus olhos observada sob o meu critério Térmico.
Pelo exposto compreende-se também a razão do êxito da minha Doutrina Térmica que, em todo o caso, se dirige a provocar febre curativa na pele do doente, para derivar para a superfície do corpo a febre destrutiva das suas entranhas, con-seguindo-se assim o Equilíbrio Térmico indispensável para a normalidade funcional do organismo, que é Saúde integral.

Compartilhe no:
  • Orkut

Pele saudavel

Com o exposto, o leitor compreenderá a vital importância que para a Vida tem o órgão que chamamos pele. Além das suas importantíssimas funções de segundo pulmão e segundo rim, mediante a sua actividade podemos actuar sobre toda a economia do organismo, porque a sua rede nervosa está em conexão directa ou indirecta com todos os órgãos internos.
Assim, uma congestão pulmonar ou brônquica desaparecerá congestionando a superfície da pele e extremidades do corpo. O mesmo pode dizer-se da inflamação do aparelho digestivo, rins, fígado, cérebro, órgãos do baixo-ventre, etc. Congestionando a pele, não somente se descongestionarão os citados órgãos, como também se permitirá purificar o sangue mediante simples exalação ou transpiração cutânea.

Compartilhe no:
  • Orkut

Pele saudavel

Como a circulação sangüínea é accionada pelo sistema nervoso, para ser equilibrada no corpo é preciso que, tanto os nervos da pele como os das mucosas e do aparelho digestivo, estejam igualmente activos e submetidos a análogo estímulo. Aumentos indigestos, excitando prolongadamente os nervos da mucosa intestinal, provocam congestão sangüínea das vísceras, com elevação da sua temperatura, ou seja febre interna. Este maior aíluxo de sangue ao interior do corpo debilita a irrigação sangüínea na sua superfície, ou seja na pele e extremidades, baixando a sua temperatura externa. Ao invés, excitada a actividade nervosa da pele, aflui a esta maior irrigação sangüínea, ou seja febre externa, e refrescamento das vísceras, por descongestão das suas mucosas. Podemos, pois, dizer que onde há mais sangue há também maior calor, porque toda a plétora sangüínea é resultado de maior actividade nervosa e esta é causa de maior temperatura porque aumenta a combustão orgânica.
Como se explica na minha obra A íris de Teus Olhos Revela a Tua Saúde, o disco iridiano de todo o doente demonstra sempre congestão variável na zona digestiva do corpo e deficiente circulação sangüínea na sua superfície e extremidades. Daqui, o desequilíbrio Térmico que origina e mantém toda a doença por desarranjo funcional, qualquer que seja o seu nome ou manifestação. Donde se deduz que manter a Saúde ou recuperá-la é questão de temperatura, como o define a minha Doutrina Térmica, que ensina a manter ou recuperar a Saúde do homem, mediante o Equilíbrio Térmico do seu corpo.

Compartilhe no:
  • Orkut

Cuidados com a pele do rosto

Condição indispensável para que a pele realize adequadamente as suas funções vitais de nutrição e eliminação é que nela circule activamente o sangue. Este órgão possui uma dupla rede de capilares sangüíneos e de terminações nervosas, que estão em conexão com igual organização que possuem as mucosas que cobrem as cavidades interiores do corpo, como as vias respiratórias e digestivas.
Na íris, a pele está localizada na periferia do disco iridiano e as mucosas do estômago ocupam a parte em volta da pupila de cada olho. Segundo isto, o corpo humano tem duas superfícies: a externa, constituída pela pele, c a interna pelas mucosas. Tanto estas como aquela, possui cada uma uma dupla rede de vasos sangüíneos e nervos que mantêm a sua actividade funcional. Para que a circulação do sangue seja normal em todo o corpo, é necessário o equilíbrio circulatório tanto à superfície da pele como nas mucosas das suas entranhas.

Compartilhe no:
  • Orkut

Cuidados com a pele

Denomina-se pele o tecido ou membrana que cobre todo o corpo do animal. A pele humana possui milhões de orifícios chamados poros que servem para absorver matérias externas que a atmosfera oferece e que contribuem para a nutrição do corpo. Também esta função pode ser causa de intoxicação do sangue, se a pele estiver em contacto com gases ou líquidos venenosos.
A função absorvente da pele permite-lhe actuar como segundo pulmão, introduzindo na economia do organismo grande parte do oxigênio de que necessita para a sua Vida. Daqui, a necessidade de manter permanentemente ventilada a superfície do corpo a toda a hora e em toda a época do ano. São prejudiciais, pois, cami-solas e outras roupas aderentes à pele porque sufocam a actividade absorvente dos poros. Os abafos devem usar-se por fora, sendo a clássica manta chilena a protecção mais saudável contra o frio.
Além de absorvente, a função dos poros é eliminadora, o que permite à pele ser ao mesmo tempo um segundo pulmão e segundo rim. Para que esta dupla actividade seja normal, é preciso que a pele esteja permanentemente em contacto com a atmosfera porque ela é destinada a viver em contacto com o ar, igualmente que para o peixe é vital a água. Daqui, a importância dos banhos de ar, de luz e de sol.

Compartilhe no:
  • Orkut

Infecções intestinais

Infecções intestinais

É preciso, pois, abandonar camisolas e abafos interiores para usar os exteriores; como sejam manta ou sobretudo amplo.
Por outro lado, o calor artificial que abrigos inadequados mantêm sobre a pele, debilita o calor natural da superfície do corpo por falta de estímulo nervoso para a sua produção. Este calor é resultado da actividade funcional do organismo e já sabemos que o melhor abafo é incapaz de manter a temperatura num cadáver.
Além disso, o excesso de agasalho debilita a actividade da pele e diminui a circulação sangüínea nela, congestionando-se assim o sangue no interior do corpo,. com o que se altera o trabalho normal dos órgãos internos por congestão. Enquanto a deficiente circulação sangüínea na pele a incapacita para eliminar pelos poros, a congestão das vísceras origina febre interna, causa de putrefacções intestinais que envenenam o sangue.

Compartilhe no:
  • Orkut

Funções da pele

Funções da pele

A momentânea paralisação do funcionamento da pele é origem de transtornos mais ou menos graves no organismo, chegando até à morte por intoxicação, como sucede nos casos de queimaduras que destroem grande parte dela.
A nossa pele está destinada a manter-se em permanente contacto com a atmosfera, que é o seu meio adequado como a água para o peixe, debilitando-se a sua constituição e as suas funções quando se cobre o corpo com roupas apertadas.
O abafo exagerado, como também a falta de entrada e renovação do ar sobre a pele, por erro de apertar colarinhos, mangas e calções, retêm na superfície do nosso corpo emanações doentias do seu interior, as quais são reabsorvidas pelos poros, passando ao sangue que assim se carrega novamente dessas substâncias prejudiciais que perturbam as funções orgânicas e debilitam a potência vital do organismo.

Compartilhe no:
  • Orkut

Doencas pele

Doencas pele

O nosso corpo tem duas membranas: a externa chama-se pele e a interna a mucosa. Esta cobre as cavidades interiores do nosso organismo. A Saúde, o a normalidade funcional orgânica, só é possível com temperatura equilibrar pele e mucosas.

Compartilhe no:
  • Orkut